Dispositivos Intrauterinos (DIUs)

This guide in English Young men's version of this guide
Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this page

iudO dispositivo intrauterino é um tipo de contracepção que é inserido através da vagina para dentro do útero para prevenir uma gestação.  Existem mais de um tipo de DIU. Três tipos de DIU, o Mirena®, o Skyla® e o Liletta™ contêm o hormônio levonogestrel (um tipo de progesterona). Quando um desses DIUs for colocado dentro do útero, o levonogestrel é liberado. Outro tipo de DIU, o ParaGard®, é livre de hormônios. O  ParaGard® (também chamado de DIU de cobre) tem um fio de cobre enrolado na sua haste e nos seus braços. Todos os DIUs têm um fio aderido na ponta, para que seja possível a verificação da posição. Os fios também tornam mais fácil a remoção pelo médico quando for o momento adequado.

De cada 100 mulheres que usam DIUs
Uso Típico: 1 ou menos engravidamicon representing less than 1 pregnant woman
Uso Perfeito: 1 ou menos engravidamicon representing less than 1 pregnant woman

Onde eu posso adquirir o DIU?

Você deve adquirir um DIU através de um médico. Seu médico provavelmente vai marcar um consulta para a inserção (colocá-lo dentro do útero) durante o período menstrual. No momento em que o DIU estiver inserido, ele fica dentro do útero e protege contra uma gestação até que seu médico o remova. O DIU funciona por 3-5 anos, dependendo do tipo.

O custo do DIU e dos exames é variável. É uma ótima ideia certificar-se com o seu seguro de saúde se você deverá pagar pelo DIU, pelo exame e pela a inserção. Na maioria das vezes, estas coisas serão totalmente ou parcialmente cobertas pelo seu plano de saúde, especialmente agora com as novas regras  que foram aprovadas nos Estados Unidos (the Affordable Care Act).

Como meu médico insere o DIU?

A inserção de um DIU (colocá-lo dentro do útero) leva apenas cerca de 5 a 10 minutos. Seu médico fará primeiro um exame pélvico para medir o tamanho, a forma e a posição do útero e dos outros órgãos reprodutivos. Após, uma solução antisséptica é gentilmente utilizada para limpar a vagina e o colo do útero. O DIU será inserido através da abertura do colo para dentro do útero com um aplicador especial, que mantém o DIU fechado e achatado até chegar no fundo do útero. Você provavelmente sentirá um pouco de cólica quando o DIU for inserido. Seu médico irá, então, cortar os fios da ponta do DIU para que eles fiquem curtos o suficiente e não incomodem você e seu parceiro, mas que fiquem longos o suficiente para que seja possível verificar a posição do DIU. Este procedimento é geralmente realizado no consultório do seu médico ou ambulatorialmente.

Devo fazer alguma coisa após o DIU ser inserido?

Sim. Periodicamente, ao final de cada período menstrual ou toda a vez que você sentir uma cólica estranha durante a menstruação, você deverá checar os fios dentro da vagina. Você pode fazer isso inserindo um dedo dentro da vagina até alcançar o colo do útero. Seu médico explicará como checar os fios e poderá mostrar com um espelho como eles se parecem. Os fios do DIU parecem com um plástico bem fino ou com uma linha de pesca. Eles devem medir em torno de 5 cm do colo do útero dentro da vagina.

Certifique-se de marcar uma consulta de revisão em torno de um mês após a inserção para verificar se o DIU está posicionado adequadamente. Após este exame, você deve fazer revisões anuais regulares do seu DIU.

E se eu achar que o DIU não está no lugar certo?

Se você não conseguir sentir os fios, ou se você sentir o DIU, o DIU provavelmente não está no local adequado. Você deverá usar um outro método de contracepção (se você mantiver relações) e deverá ligar para o seu médico.

Como o DIU previne uma gestação?

O DIU previne uma gestação por agir como um espermicida (inativando ou matando o esperma), espessando o seu muco cervical e mudando o ciclo menstrual.

Quando o DIU começa a proteger contra uma gestação?

O DIU começa a proteger contra uma gestação logo após seu médico inserí-lo.

Qual a efetividade de um DIU contra uma gestação?

Os DIUs são mais do que 99% efetivos. Isso significa que se 100 mulheres usarem o DIU, menos do que 1 mulher irá engravidar em um ano.

O DIU protege contra doenças sexualmente transmissíveis?

Não. O DIU NÃO a protege contra doenças sexualmente transmissíveis.  O DIU é melhor utilizado por mulheres que já estão em um relacionamento estável com apenas um parceiro e são improváveis de contrair uma infecção sexualmente transmissível. Preservativos devem ser utilizados para diminuir o risco de contrair uma doença sexualmente transmissível (DSTs).

Eu posso sentir o DIU?

Não. Nem você nem o seu parceiro devem sentir o DIU. Se você sentir, fale com seu médico, porque o DIU está fora de lugar. Entretanto, você será capaz de sentir os fios aderidos na ponta do DIU se você colocar o dedo na vagina. Durante a relação sexual, seu parceiro poderá sentir os fios.

Posso realizar minhas atividades habituais após a inserção do DIU?

Sim. Após a inserção do DIU no útero, você pode nadar, se exercitar, usar  absorventes e manter relações sexuais tão logo você desejar.

Existe algum efeito colateral do DIU?

O DIU tem alguns efeitos colaterais, mas não muitos. Você poderá sentir cólicas (iguais às cólicas menstruais) ou uma pequena dor lombar por até algumas semanas após a inserção. Suas menstruações/sangramento irão mudar. Com o DIU de levonogestrel (hormonal), você provavelmente terá menstruações mais leves e irregulares (Mirena®, Skyla® ou Liletta™) ou ausência de menstruação (Mirena® ou Liletta™). Com o DIU de cobre (ParaGard), você poderá ter aumento do fluxo menstrual e cólicas; estes sintomas geralmente diminuem após os primeiros meses quando seu útero se acostumar com o DIU. Você poderá tomar analgésicos como o acetaminofeno (Tylenol®), ibuprofeno (Advil®, Motrin® e Nuprin®), ou naproxeno sódico (Aleve®). Algumas mulheres podem ter sangramento de escape entre os períodos menstruais com o DIU.

Existe um risco pequeno de infecção, chamado doença inflamatória pélvica (DIP), durante os primeiros 20 dias após a inserção do DIU. Após este período, o risco de DIP é muito baixo. Raramente, o útero pode ser perfurado quando o DIU é inserido.

Você NÃO deve usar o DIU se você:

  • Estiver grávida
  • For alérgica ao cobre (para o DIU de cobre apenas)
  • Têm uma malformação uterina
  • Estiver sob risco de contrair uma infecção sexualmente transmissível
  • Apresentar uma história recente de doença inflamatória pélvica ou DSTs
  • Têm um câncer cervical, endometrial ou ovariano que necessite de tratamento
  • Têm uma doença hepática
Fale com o seu médico se você teve um bebê recentemente ou estiver amamentando, se tiver pressão alta, diabetes e/ou, enxaquecas graves, ou se você nasceu com alguma doença cardíaca ou tiver problemas com suas válvulas cardíacas.

Quando eu devo ter meu DIU removido?

Isso depende do tipo de DIU que você tem. O Skyla® e o Liletta™ podem ficar no útero por 3 anos , e o Mirena® funciona por 5 anos. DIUs de cobre podem ficar no útero por até 10 anos. Você pode ter o DIU removido por seu médico a qualquer momento. Um novo DIU pode ser inserido no momento da remoção. Assim que o DIU for removido, você poderá engravidar. Você precisará utilizar outra forma de contracepção imediatamente se você não quiser engravidar.

E se eu tiver problemas com o DIU?

Se você tiver problemas com o DIU, fale com seu médico. Você certamente deverá falar com seu médico se:

  • Você não consegue sentir os fios do DIU
  • Você sentir o DIU no colo do útero
  • Você apresentar cólicas fortes e/ou dor abdominal (na barriga)
  • Você apresentar dor ou sangramento durante a relação sexual
  • Você tiver febre ou calafrios sem razão aparente
  • Você apresentar corrimento ou odor vaginal estranho

Posso engravidar com o DIU dentro de mim?

O risco de você engravidar depois que o DIU foi inserido é muito pequeno. Entretanto, existe sempre uma pequena chance de você engravidar, já que o DIU não é 100% efetivo. Se você engravidar enquanto o DIU estiver no lugar, você deverá contactar seu médico imediatamente. Se a gestação não estiver no útero (gestação ectópica), será uma emergência e uma cirurgia geralmente é necessária. Se a gestação ocorrer no útero, seu médico conversará sobre os benefícios e os riscos de remoção do DIU.

Como eu sei se o DIU é adequado para mim?

Um DIU geralmente é uma ótima escolha de contracepção se você:

  • Tiver dificuldade em lembrar de usar outras formas de contracepção como a pílula, o diafragma, o adesivo e etc.
  • Quiser um contraceptivo que não precise ser lembrado toda vez que manter relações sexuais
  • Não tiver múltiplos parceiros
  • Quiser usar um método contraceptivo que é quase 100% confiável
  • Não quiser usar um método que contenha o hormônio estrogênio
O DIU é um dos métodos mais seguros de contracepção disponíveis hoje. É recomendado para mulheres jovens e adultas que não estiverem sob risco de contrair doenças sexualmente transmissíveis e que tenham apenas um parceiro sexual. Embora mulheres que já tiveram filhos são mais propensas a escolher este método, todos os DIUs também podem seguramente ser utilizados por mulheres jovens que não tiveram filhos.  Pergunte ao seu médico se um DIU é uma boa forma de contracepção para você.